Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de agosto de 2018, 17h50

PT entra com recurso na Justiça para que Lula participe do debate da Band

Após visitar o ex-presidente, o candidato a vice na chapa do PT, Fernando Haddad, informou que o registro de Lula no TSE será feito no dia 15 e, mesmo sob judice, sua candidatura goza das mesmas prerrogativas das demais que garantem sua participação em debates e entrevistas

Foto: Ricardo Stuckert

O ex-prefeito Fernando Haddad, escolhido para candidato a vice na chapa de Lula para a presidência, e a presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, visitaram o ex-presidente nesta segunda-feira (6) na superintendência da Polícia Federal em Curitiba e garantiram que o petista, preso em abril, terá sua candidatura registrada no dia 15 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com Gleisi, mesmo com a confirmação da chapa com o PCdoB e a escolha de Haddad para vice, o PT não desistiu da participação de Lula nos debates eleitorais. “Nós não desistimos do presidente estar presente nos debates. Ele é candidato, tem direito até uma decisão final da Justiça. O que estão fazendo com ele é ilegal”, afirmou.

O PT e o PCdoB sinalizaram, após o acordo fechado neste domingo (5), que em caso de impugnação da candidatura de Lula, Haddad assumiria a cabeça de chapa e Manuela D’Ávila (PCdoB) assumiria o posto de vice.

Ainda assim, segundo Haddad, mesmo que o PT consiga na Justiça que um representante – no caso o próprio Haddad – fale por Lula nos debates, o foco é garantir o direito do próprio ex-presidente participar dos debates, sabatinas e da própria campanha em si.

“A partir do dia 15 o código eleitoral é claro, ele é candidato. E mesmo que sua candidatura for impugnada no prazo legal, a candidatura sob judice goza de todas as prerrogativas de qualquer candidatura, inclusive de participar de programas de rádio e TV”, explicou o ex-prefeito.

De acordo com Haddad, o PT apresentou no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), nesta segunda-feira (6), um recurso para que Lula possa participar do primeiro debate eleitoral, que será feito pela TV Bandeirantes nesta quinta-feira (9).

Campanha de “posicionamento”

Na mesma entrevista logo após visitar o ex-presidente, Gleisi Hoffmann afirmou que a campanha que será travada pela coligação PT / PCdoB / PROS / PCO terá a marca do “posicionamento”.

“É uma campanha de posicionamento, de lado. Não estaremos ao lado da Rede Globo, do mercado financeiro, das elites. Nosso lado é o povo”, afirmou.

Confira, abaixo, a íntegra da entrevista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum