Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Entrevista exclusiva com Lula
04 de setembro de 2019, 16h49

PT repudia ataques de Bolsonaro a Bachelet: “reafirma a sua incapacidade para representar o nosso país”

"As declarações de Bolsonaro adquirem gravidade ainda maior porque afrontam a nossa Carta Magna", diz o PT em nota; Alberto Bachelet foi assassinado a mando do ditador Augusto Pinochet, por ser oposição ao regime militar chileno, tirou do poder o socialista Salvador Allende

Foto: Montagem

Por meio de nota o Partido dos Trabalhadores (PT) reagiu nesta quarta-feira (4) com indignação ao que classificou de “ataques abjetos” do presidente Jair Bolsonaro contra Michele Bachelet, ex-presidente do Chile e atualmente no posto de Alta Comissária da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos. O texto é assinado pela deputada federal e presidente do partido, Gleisi Hoffmann, além dos líderes do partido na Câmara e no Senado, Paulo Pimenta e Humberto Costa.

As declarações de Jair Bolsonaro em que ele defendeu a tortura e a morte de Alberto Bachelet, pai da ex-presidenta do Chile, causaram reações de indignação.

Alberto Bachelet foi assassinado a mando do ditador Augusto Pinochet, por ser oposição ao regime militar chileno, tirou do poder o socialista Salvador Allende.

A nota afirma que Bolsonaro “só está no cargo de chefe de Estado devido à sistemática violação do Estado de Direito e da democracia em nosso país”.

Abaixo o inteiro teor:

BOLSONARO ENVERGONHA O POVO BRASILEIRO

O Partido dos Trabalhadores manifesta o seu completo repúdio aos ataques abjetos de Jair Bolsonaro à Alta Comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet

Ao ofender a ex-presidenta chilena, ainda mais usando o seu pai, vítima da ditadura de Augusto Pinochet, um tirano condenado por crimes contra a humanidade e por atos de corrupção, Bolsonaro envergonha o Brasil e reafirma a sua incapacidade para representar o nosso país perante o mundo.

O Brasil é amplamente reconhecido pela sua tradição de promover o diálogo e a paz entre os povos. Nesse sentido, a nossa Constituição Federal estabelece a prevalência dos direitos humanos como um dos princípios fundantes das nossas relações internacionais. As declarações de Bolsonaro adquirem gravidade ainda maior porque afrontam a nossa Carta Magna.

O mundo inteiro acompanha atento o desenrolar do processo político que o Brasil vive desde 2016, com o afastamento ilegal da presidenta Dilma Rousseff do mandato popular que lhe foi conferido por 54 milhões de votos. Não é novidade para ninguém, portanto, que Jair Bolsonaro só está no cargo de chefe de Estado devido à sistemática violação do Estado de Direito e da democracia em nosso país, o que é atestado pela prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O PT seguirá denunciando as atitudes de Bolsonaro que não condizem com a democracia e com o respeito aos direitos humanos, bem como acionará as instituições adequadas para exigir a reparação por eventuais danos ao povo brasileiro e à comunidade internacional.

Brasília, 4 de setembro de 2019.

Gleisi Hoffmann

Presidenta nacional do PT

Paulo Pimenta

Líder do PT na Câmara

Humberto Costa

Líder do PT no Senado

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum