Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de agosto de 2019, 19h11

PT vai à Justiça contra “armação grotesca de Moro e Bolsonaro” de relacionar sigla ao PCC

“O que estamos vendo é uma escalada autoritária, que começa exatamente assim, com o uso político das polícias", disse Gleisi Hoffman, presidenta do PT

Bolsonaro e Moro (Foto:Isaac Amorim/MJSP)

O Partido dos Trabalhadores (PT) informou neste domingo (11) que entrará várias ações na Justiça nesta segunda-feira (12) contra o vazamento de um áudio pela Polícia Federal em que um criminoso supostamente ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC) afirma que a facção criminosa mantinha “diálogo” com a sigla.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“O que vimos essa semana foi mais uma armação grotesca das forças reacionárias para tentar criminalizar o PT. A notícia falsa, vazada pela Polícia Federal de Moro, foi cabalmente desmentida pelo promotor Lincoln Gakiya, que há mais de uma década investiga a facção criminosa: ‘Não há indício de ligação entre PT e PCC’, afirmou o promotor ao UOL. Vamos enfrentar e denunciar essa farsa armada por Moro e Bolsonaro. Criminosos são os que nos acusam, e devem responder por suas ações”, disse a presidenta nacional do Partido, Gleisi Hoffmann.

A primeira medida, segundo o partido, será a apresentação de Notícia de Crime no Supremo Tribunal Federal (STF) contra Moro e os responsáveis pela investigação na Polícia Federal que divulgou a fala relacionando o partido ao PCC.

A segunda medida será encaminhar Pedidos de Direito de Resposta ao jornal o Estado de São Paulo, Record TV e Jovem Pan para que divulguem a manifestação técnica e embasada em fatos do promotor Lincoln Gakiya do Ministério Público de São Paulo, que desmonta a fake news e confirma que o Partido jamais negociou com a facção criminosa.

O Partido também entrará com uma representação eleitoral contra Bolsonaro por propaganda negativa extemporânea. Ao divulgar, reiteradamente, notícias falsas e acusações infundadas contra o Partido dos Trabalhadores, o presidente incorre em crimes e comete uma série de irregularidades eleitorais, atentando contra as regras democráticas da disputa política.

Por fim, será apresentada Ação Criminal junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina contra a Deputada Estadual Ana Campanolo (PSL) por difamação ao Partido dos Trabalhadores.

“O que estamos vendo é uma escalada autoritária, que começa exatamente assim, com o uso político das polícias. Vamos enfrentar essa prática e fazer este embate em todas as frentes, judicial, midiática, política, até a verdade prevalecer”, disse Gleisi.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum