Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de março de 2019, 10h26

“Quando isso acabar, saio do país e fica tudo certo”, disse agressor de Elaine Caparroz

Delegada que investiga o caso disse que o advogado sentia prazer com a dor da vítima. “Esperava que Elaine recobrasse os sentidos para voltar a bater. Ela desmaiava de novo, ele parava”

Elaine Perez e Vinicius (Reprodução)

O advogado Vinicius Batista Serra, de 27 anos, que espancou durante 4 horas a empresária e paisagista Elaine Caparróz, de 55 anos, disse na delegacia que “quando isso acabar, saio do país e fica tudo certo”. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (8) pelo jornal El País.

Segundo a reportagem, a frase foi dita aos agentes da 16ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro, onde foi levado. A delegada Adriana Belém, responsável pelo caso, afirmou que Vinicius demonstra desprezo pelo que houve.

Nunca vi tanta frieza. Vinicius é um homem dissimulado e em momento algum demonstrou nervosismo ou arrependimento.” Ela concluiu que o lutador sentia prazer com a dor da vítima. “Esperava que Elaine recobrasse os sentidos para voltar a bater. Ela desmaiava de novo, ele parava.”

Ao aceitar a denúncia contra ele e decidir pela manutenção da prisão, o titular da 3ª Vara Criminal, juiz Alexandre Abrahão Teixeira, considerou, entre outras coisas, “que Vinicius é dado à prática reiterada de atos violentos contra pessoas frágeis”. Em 2016, bateu no irmão deficiente, movido pelo sumiço de 1.200 reais, achados logo em seguida. No meio daquela confusão, o pai entrou para poupar o mais fraco, acabou apanhando também, e levou o caso à polícia. Mas não seguiu com um processo.

Vinicius responderá por tentativa de homicídio triplamente qualificado (meio cruel, mediante dissimulação e contra mulher por razões da condição de sexo feminino. Ou seja, por tentativa de feminicídio).

Leia a reportagem completa no El País

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum