O que o brasileiro pensa?
18 de junho de 2020, 08h41

Queiroz foi para chácara de advogado de Flávio Bolsonaro após reclamar que “ninguém movia nada” para ajudá-lo

Segundo informações do delegado do caso, um dos caseiros da casa de Frederick Wasseff revelou que o ex-assessor morava no local há cerca de um ano, sem precisar uma data

Foto: Reprodução

Preso nesta quinta-feira (18), o policial aposentado Fabrício Queiroz, ex-assessor de Jair e Flávio Bolsonaro, reclamou, em áudio vazado em agosto de 2019, que não via ninguém se mexendo para ajudá-lo. Segundo as investigações, ele estaria no imóvel do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wasseff, há cerca de um ano.

A declaração, feita em áudio e vazada na Veja, foi vista como um recado para o clã Bolsonaro, na época. Queiroz disse: “Eu não vejo ninguém mover nada para tentar me ajudar aí”.

Segundo o colunista Guilherme Amado, da Veja, na ocasião Queiroz estaria hospital Albert Einstein em São Paulo.

Um dos caseiros da casa de Wasseff disse que Queiroz morava no local há cerca de um ano, apesar de Flávio Bolsonaro e o advogado afirmarem não saber onde ele se encontrava. A informação foi passada pelo delegado Nico Gonçalves à GloboNews.

A data, que não foi ainda determinada pela Polícia Civil, parece confluir com a declaração de Queiroz.

Segundo informações de Bruno Tavares, na GloboNews, policiais e promoters relataram que Queiroz era mantido em esquema de proteção no imóvel, pois já se imaginava que ele poderia ser preso.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum