Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de outubro de 2017, 10h03

Quem ataca performance do MAM é homem, branco, evangélico e de direita, diz pesquisa

O levantamento é da empresa SocialQI, de Daniel Braga, que cuida da comunicação pessoal de João Doria nas redes sociais, que também atacou a exposição

O levantamento é da empresa SocialQI, de Daniel Braga, que cuida da comunicação pessoal de João Doria nas redes sociais, que também atacou a exposição

Da Redação*

De acordo com levantamento feito pela empresa SocialQI, de Daniel Braga, que cuida da comunicação pessoal de João Doria nas redes sociais, o perfil médio das pessoas que atacaram o MAM nas redes sociais por causa da performance com um homem nu na abertura de uma exposição é de homem (62%), evangélico (40%) e de direita (82%).

Eles têm entre 35 e 44 anos, são brancos, casados, de classe média e com ensino superior. Cerca de 60% são de SP. O próprio prefeito criticou a mostra – e teve o apoio de 82% dos seguidores que comentaram o vídeo que ele postou nas redes.

Segundo o levantamento, 157 mil pessoas comentaram o assunto até a quarta (4) em sites, blogs e redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram: 66% se posicionaram contra a performance, 16% foram neutros e 18% defenderam o MAM.

*Com informações da coluna de Mônica Bérgamo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum