Randolfe pede que assessor de Bolsonaro que fez gesto supremacista seja expulso do Senado

"Não aceitamos que um capacho do senhor presidente da República venha aqui, ao Senado, nos desrespeitar", disse o líder da oposição

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição na casa legislativa, subiu o tom durante sessão realizada nesta quarta-feira (24) após o assessor internacional do presidente Jair Bolsonaro, Filipe Martins, fazer gesto considerado supremacista branco durante audiência do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

“Solicito, requeiro, na condição de líder da oposição, que ele seja retirado do Senado Federal e, inclusive, autuado pela Polícia Legislativa. Isso é inaceitável. Basta o desrespeito que este governo está tendo com 300 mil mortes. Basta isso. Não aceitamos que um capacho do senhor presidente da República venha aqui, ao Senado, nos desrespeitar”, disse o senador.

“Desculpem o excesso, mas não existem mais limites a serem ultrapassados”, completou. “Eu não sei qual é o sentido do gesto, mas isto é inaceitável”

Em resposta, o presidente do Senado acionou a secretaria-geral da Mesa Diretora e à Polícia Legislativa que identificassem o gesto denunciado por Rodrigues. Filipe Martins não foi removido da sessão.

Durante a sessão, o ministro Ernesto Araújo foi criticado por diversos senadores.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR