Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de julho de 2018, 20h13

Raquel Dodge acusa Favreto de prevaricação e pede abertura de inquérito

Procuradora-geral da República alega que a decisão do desembargador pela libertação do ex-presidente Lula representa uma atuação motivada por sentimentos pessoais

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Raquel Dodge, procuradora-geral da República, apresentou nesta quarta-feira (11) uma solicitação de abertura de inquérito ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra o desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, por prevaricação. A razão é a decisão de Favreto pela libertação do ex-presidente Lula. Para a PGR, o desembargador teria atuado motivado por sentimentos pessoais, o que contraria as regras processuais. As informações são do G1.

Segundo Dodge, a postura do desembargador consistiu num “episódio atípico e inesperado que produziu efeitos nocivos sobre a credibilidade da justiça e sobre a higidez do princípio da impessoalidade, que a sustenta”, justificou.

“As notórias e estreitas ligações afetivas, profissionais e políticas do representado com o réu, cuja soltura ele determinou sem ter jurisdição no caso, explicam a finalidade de sua conduta para satisfazer interesses pessoais e os inexplicáveis atos judiciais que emitiu e os contatos que fez com a autoridade policial para cobrar urgência no cumprimento de suas decisões”, escreveu ela.

Dodge ainda enviou ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) uma reclamação disciplinar, reivindicando a condenação do desembargador por infração disciplinar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum