Fórum Educação
02 de fevereiro de 2019, 17h25

Realizada em cédulas, primeira votação no Senado tem suspeita de fraude e é anulada

Depois da insistência de senadores aliados de Bolsonaro em realizar a votação para a presidência do Senado em cédulas - dispensando o sistema eletrônico da casa -, a primeira tentativa, que ocorreu por volta das 16h deste sábado (2) foi anulada por suspeita de fraude

Urna vazia é exibida aos senadores antes do início da votação (Foto: Pedro França/Agência Senado)

Depois da insistência de senadores aliados ao governo Jair Bolsonaro (PSL) em realizar a votação para a presidência do Senado em cédulas – dispensando o sistema eletrônico da casa -, a primeira tentativa, que ocorreu por volta das 16h deste sábado (2) foi anulada por suspeita de fraude.

Leia também: Flavio Bolsonaro não abre voto em eleição no Senado e é alvo de avalanche de críticas

Na votação na casa, que tem 81 senadores, foram contadas 82 cédulas com votos pela mesa diretora, presidida por José Maranhão (MDB/PB), de 85 anos. Foram encontrados 80 envelopes com 80 cédulas. Além deles, duas cédulas estavam avulsas na urna.

O caso causou confusão no plenário e os escrutinadores (os membros dos partidos encarregados de fazer a vigilância da votação) defenderam nova eleição. Com a confusão, Maranhão rasgou as duas cédulas e pediu um triturador para destruir as demais.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum