O que o brasileiro pensa?
13 de maio de 2020, 16h48

Rede, PV, PSB e PDT convocam mobilização pelo impeachment de Bolsonaro na sexta-feira

Mais de 30 pedidos de impeachment contra Jair Bolsonaro já foram protocolados na Câmara dos Deputados

Foto: Reprodução/PanopticoSP

Quatro partidos do campo progressista – Rede, PV, PSB e PDT – se uniram em uma mobilização pelo impeachment de Jair Bolsonaro e estão convocando, para sexta-feira (15), o ato “Janelas pela Democracia: Impeachment Já”.

O ato, de acordo com os partidos, visa “unir cidadãos e cidadãs que defendem publicamente a democracia e que apoiam os pedidos de impeachment de Bolsonaro”.

Mais de 30 pedidos de impeachment contra Bolsonaro, que apontam inúmeros crimes de responsabilidade que teriam sido cometidos pelo presidente, já foram protocolados na Câmara dos Deputados. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no entanto, tem afirmado que “não é hora” para impeachment e o próprio Bolsonaro já vem costurando acordos com o centrão para impedir a abertura de um processo.

“Vivemos as consequências trágicas da pandemia da COVID-19, com a morte de milhares de brasileiros. O Presidente da República prefere negligenciar as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e, na contramão de todos os estudos científicos, age de todas as formas para conseguir o fim da quarentena e do isolamento social”, diz o texto de convocação do ato, que acontecerá a partir das 18h30 e estimulará as pessoas a expressarem seu apoio ao impeachment nas janelas de suas casas e apartamentos e contará com intervenções online de políticos e artistas.

“A crise política é agravada por inúmeras condutas ilegais assumidas pelo Presidente da República, que podem ser enquadradas como crime de responsabilidade, com flagrante desrespeito à Constituição Federal, passíveis de impeachment”, completam os organizadores.

Apesar de não estarem junto aos quatro partidos na organização do ato, os outros dois principais partidos da oposição, PT e PSOL, também já se manifestaram a favor do impeachment de Bolsonaro. O ex-presidente Lula, nesta quarta-feira (13), pediu em entrevista que Rodrigo Maia autorize a abertura de um processo. O PSOL, por sua vez, conta com parlamentares que são autores de um dos pedidos protocolados na Câmara.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum