Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de janeiro de 2020, 08h01

Regina Duarte desistiu de criticar vídeo nazista de Roberto Alvim após ligação de Bolsonaro

Caso aceite definitivamente o convite de Bolsonaro, abrindo mão do salário de no mínimo R$ 60 mil que recebe na Globo, a atriz vai comandar um orçamento de R$ 2 bilhões somente neste ano

Bolsonaro e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em reunião com Regina Duarte (Divulgação)

Iniciando seu “estágio” na secretaria de Cultura nesta quarta-feira (22), Regina Duarte teria confidenciando a um amigo que desistiu de criticar o vídeo nazista do antecessor na pasta, Roberto Alvim, após receber um telefone de Jair Bolsonaro. A informação é da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo.

Caso aceite definitivamente o convite de Bolsonaro, abrindo mão do salário de no mínimo R$ 60 mil que recebe na Globo, a atriz vai comandar um orçamento de R$ 2 bilhões somente neste ano.

O valor inclui R$ 189 milhões da Secretaria, R$ 404 milhões para o Fundo Nacional da Cultura (FNC) e entidades vinculadas, como os R$ 245 milhões do Iphan e os R$ 130 milhões do Instituto Brasileiro de Museus.

No entanto, a atriz é vista com maus olhos por doutrinados de Olavo de Carvalho no governo, que temem que ela vá retroceder na “guerra cultural contra o marxismo” pregada pelo guru.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum