Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de janeiro de 2020, 06h42

Regina Duarte foi condenada a pagar R$ 319 mil por irregularidades na Lei Rouanet

Empresa da atriz teve as contas reprovadas por irregularidades na prestação de contas de recursos captados com a Lei Rouanet para monólogo de 2018 e foi condenada a ressarcir os cofres públicos

Bolsonaro e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, em reunião com Regina Duarte (Divulgação)

Prestes a assumir a Secretaria de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Regina Duarte tem um interesse particular em assumir a pasta, responsável pela distribuição de recursos do setor.

A empresa de Regina, chamada A Vida É Sonho Produções Artísticas, deve R$ 319.600 à pasta por ter tido as contas reprovadas por irregularidades no uso da Lei Rouanet para captação de dinheiro para a peça Coração Bazar, em 2018. As informações são da revista Veja, nesta sexta-feira (24).

No total, a atriz conseguiu três financiamentos com base na Lei Rouanet, que somaram R$ 1,4 milhão. Os outros dois projetos um teve contas aprovadas e o outro ainda não foi analisado.

André Duarte, irmão da atriz que administra a empresa, contesta cobrança na Justiça e diz que houve um descuido, afirmando que a peça, um monólogo da atriz, foi exibida sem cobrança de ingressos, que estava previsto no contrato.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum