Fórumcast, o podcast da Fórum
15 de agosto de 2019, 21h03

Regulamentação da maconha para uso medicinal divide governo Bolsonaro

Declaração do general Villas Bôas, ex-comandante do Exército, favorável à regulamentação pela Anvisa influenciou internamente

Foto: Reprodução

Enquanto o ministro da Cidadania, Osmar Terra, prega contra a regulamentação da cannabis para uso medicinal em seu Twitter, o general Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atual assessor do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) se coloca favorável e divide o governo.

Segundo o colunista Guilherme Amado, da Revista Época e da Rádio CBN, a regulamentação por parte da Anvisa tem gerado tensões. A defesa feita por parte de Villas Bôas, que criticou a “hipocrisia social” fez o governo refletir sobre o projeto. Adriana Villas Boas, filha do general, possui uma doença degenerativa e gostaria de fazer uso do canabidiol para atenuar as dores que sente, mas a burocracia e o alto custo a impedem de fazê-lo.

Villas Bôas já disse que pretende abrir um instituto com sua filha Adriana para ajudar pessoas que sofrem com doenças incapacitantes, e que querem fazer uso do medicamento.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a acompanhar a postura de Terra contrária à regulamentação, mas logo recuou jogando a responsabilidade exclusivamente para a Anvisa. Segundo Amado, a tendência é que a cannabis medicinal seja liberada.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum