Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de julho de 2018, 20h56

Renan Calheiros diz que Lula é preso político e que foi condenado sem provas

Calheiros e mais quatro senadores, de diferentes partidos, visitaram Lula hoje na sede da Polícia Federal em Curitiba em nome da Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Foto: Eduardo Matysiak/Agência PT

O ex-presidente Lula recebeu, na tarde desta terça-feira (17), uma visita suprapartidária de cinco senadores da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), que tinha como intuito avaliar as condições da carceragem em que o petista está preso.

Na comitiva, estavam os senadores Roberto Requião (MDB), Armando Monteiro (PTB), Jorge Viana (PT), Renan Calheiros (MDB) e Edison Lobão (MDB).

Na porta da PF, ao terminarem a visita, os senadores fizeram um pronunciamento. De acordo com Requião, Lula “está atlético, em forma” e “pronto para disputar as eleições de outubro”. “Encontramos o presidente Lula com uma vontade inquebrantável, acreditando na sua inocência e esperando que suas apelações sejam julgadas com sua consequente liberação”, afirmou o emedebista.

Já o senador Renan Calheiros afirmou que a visita teve como objetivo exigir que o processo siga o rito da constitucionalidade. “Ele foi condenado sem provas, por convicção e teve uma antecipação com a execução da pena. Isso conflita com a Constituição e, fundamentalmente, com a democracia”, disse. Para o ex-presidente do Senado, Lula é um preso político.

“O presidente Lula é, mais do que nunca, um preso político e seu crescimento nas pesquisas é a certeza do povo brasileiro de que isso está acontecendo”.

O petista Jorge Viana, por sua vez, reforçou que o ex-presidente não busca tratamento especial da Justiça, mas sim o direito a um julgamento isento. “Ele clama por Justiça. Não quer nenhum tipo de concessão. Quer um julgamento justo, em respeito ao povo brasileiro que confia nele”.

Edison Lobão, ex-ministro de Minas e Energias, foi pela mesma linha de Viana: “Eu o percebi com espírito elevado. Não se abate com as dificuldades. Preferiu ele mesmo ficar aqui na carceragem da Polícia Federal do que ceder em sua dignidade (…) O presidente Lula quer que provem que ele é culpado, até que isso aconteça ele é inocente”, disse Lobão.

Assista ao depoimento dos senadores.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum