terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Reprovação a Bolsonaro cai para o menor nível desde maio de 2019, de acordo com pesquisa XP/Ipesp

A pesquisa aponta que 31% dos entrevistados consideraram o governo ruim e péssimo

Levantamento da XP Investimentos com o Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) divulgado nesta quinta-feira (15) aponta que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) caiu para o menor nível desde maio de 2019.

De acordo com a pesquisa, 31% dos entrevistados consideraram o governo ruim e péssimo. O percentual é o mesmo de maio do ano passado. Há um ano, em outubro de 2019, essa fatia era de 38% e, no mês passado, de 36%.

Os que consideram o governo de Bolsonaro ótimo ou bom somaram 39%, um ponto acima do mês de setembro. Este é o melhor índice desde fevereiro de 2019, quando o governo foi bem avaliado por 40% dos entrevistados.

Já outros 28% consideram o governo regular, ante 24% em setembro.

Já na simulação para o primeiro turno de 2022, se as eleições fossem hoje, Bolsonaro teria 31% das intenções de voto (eram 30% em setembro), contra 14% de Fernando Haddad (eram 15% no mês passado).

O levantamento mostra ainda uma estabilidade nas intenções de voto de Sergio Moro (sem partido), que passou de 10% em setembro para 11% neste mês, o que pode indicar o fim da tendência de queda observada desde maio deste ano.

Ciro Gomes (PDT) registrou 10%, em empate técnico com Haddad e Moro.

Já nas simulações de segundo turno, o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, aparece um ponto à frente de Bolsonaro que, por sua vez, venceria Haddad, Ciro Gomes e o ex-ministro da Saúde Luiz Mandetta.

O Ipesp realizou 1.000 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 8, 9, 10 e 11 de outubro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

Veja a pesquisa completa aqui.

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.