Requião sai do MDB após 40 anos e destino deve ser PSB

“Que pobreza, que vergonha, que indignidade, o partido que eu fundei foi tomado pelo Ratinho e pelo Bolsonaro”, disse o ex-governador do Paraná

Depois de 40 anos de filiação, o ex-governador do Paraná, Roberto Requião, anunciou, neste sábado (31), sua desfiliação do MDB. Ele foi derrotado na convenção estadual e protestou: “O MDB do Paraná foi tomado pelo Ratinho e pelo Bolsonaro. Sou sério, estou fora! Que pobreza, que vergonha, que indignidade, o partido que eu fundei foi tomado pelo Ratinho e pelo Bolsonaro”, tuitou.

Especula-se que Requião irá se filiar ao PSB para concorrer ao governo do Paraná em 2022. Com isso, o MDB não terá candidato próprio e deverá aderir ao governo Ratinho Junior (PSD).

“Ferramenta”

“Partido não é seita, é uma ferramenta de atuação política. Vou sair do MDB e ingressarei em outro partido para consertar o Paraná, que foi destruído pelo Ratinho”, acrescentou Requião.

A chapa de Requião teve 77 votos contra 203 da chapa do deputado Anibelli Neto.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR