Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de julho de 2019, 12h04

Rio: Witzel troca aliado de Flávio Bolsonaro por ex-assessor de Garotinho

De acordo com o governador, o motivo para a troca foi insatisfação com resultados apresentados; porém, nos bastidores do Palácio do Governo funcionários dizem que a relação entre eles não estava muito boa

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), ainda tenta encontrar o tom de sua equipe e mexeu mais uma vez na composição de seu secretariado de confiança. Ele exonerou Gutemberg de Paula Fonseca do cargo de secretário de Governo no Diário Oficial nesta quarta-feira (17). No lugar dele, que era o articulador político do governo, Witzel nomeou Cleiton de Souza Rodrigues. Chefe de gabinete do governador, Rodrigues passa agora a acumular as duas funções, registra o Uol.

De acordo com o governador, o motivo para a troca foi “a insatisfação com os resultados apresentados em pouco mais de seis meses no cargo”. Funcionários do Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, dizem nos bastidores porém que a relação entre eles não estava muito boa.

Indicado ao cargo pelo senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o principal apoiador da campanha de Witzel, o ex-árbitro de futebol atuou no marketing digital de candidatos do PSL nas últimas eleições e era visto como um nome alinhado à bancada de 12 deputados eleitos pelo PSL para a Alerj.

Veja também:  Ato convocado por juristas lota auditório na USP denunciando Sérgio Moro

O novo secretário, Cleiton Rodrigues é um antigo aliado do ex-governador Anthony Garotinho (PRP), já tendo exercido as coordenações das suas campanhas ao governo do estado em 2014 e 2018. Em novembro, quando anunciou Gutemberg como titular de uma das suas principais pastas, o governador não escondeu que a escolha se devia a articulações políticas.

Ele vai me ajudar na interlocução e com uma base de deputados estaduais que vai nos ajudar nessa costura. (…) Ele foi árbitro de futebol, está acostumado a tomar decisões em segundos, expulsando ídolos”, disse Witzel.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum