sábado, 26 set 2020
Publicidade

Roda Viva: Alckmin fala à vontade e é interrompido apenas uma vez no primeiro bloco

Geraldo Alckmin, pré-candidato pelo PSDB à presidência da República, participa na noite desta segunda-feira (23) de uma tranquila entrevista no ‘Roda Viva’, da TV Cultura.

Durante o primeiro bloco, os entrevistadores da bancada fizeram perguntas fáceis e leves e sequer colocaram contrapontos a qualquer resposta do pré-candidato. Diferentemente de outros políticos que participaram do programa, Alckmin só foi interrompido na última pergunta do bloco. Manuela D’Ávila (PCdoB), por exemplo, foi interrompida 62 vezes pelos jornalistas em sua entrevista.

A primeira pergunta para Alckmin foi feita pelo apresentador Ricardo Lessa, que pediu para que o ex-governador dissesse qual seria sua marca de governo, caso eleito. As outras perguntas seguiram um padrão “tranquilo” para um pré-candidato.

Priscila Cruz perguntou o que o tucano faria na área da educação; José Alberto Bombig, do Estadão, perguntou se o ex-governador não estava “insistindo na candidatura” ao fazer aliança com o chamado ‘centrão’; Thais Bilenky, da Folha de S. Paulo, perguntou sobre “ética”, citando as conversas de Alckmin com Valdemar da Costa Neto; Ana Clara, da Veja, questionou o pré-candidato sobre “o que deu errado” pelo fato de ele não ter decolado nas pesquisas e Silvia Amorim, do jornal O Globo, fez uma pergunta sobre as alianças com outros partidos.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.