Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de outubro de 2019, 15h52

Rodrigo Janot pede licença à OAB e não poderá exercer advocacia

Entidade já estudava suspender a carteira do ex-PGR por, pelo menos, seis meses, depois que ele revelou a ideia de assassinar Gilmar Mendes

Foto: Lula Marques/Agência PT

Após a grande polêmica que causou, Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República, pediu licença da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ). Com isso, ele está impedido de exercer a advocacia. As informações são da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

O ex-PGR apenas antecipou os fatos, pois a OAB já estudava suspender a carteira de Janot por, pelo menos, seis meses. A ideia surgiu depois que ele admitiu que planejou assassinar Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Já tramitavam no conselho da entidade duas representações contra Janot. Uma, do senador Renan Calheiros (MDB-AL), dizia que o ex-PGR provoca “asco” e deveria ser proibido de advogar. O parlamentar pedia, ainda, que ele passasse por exame psiquiátrico e toxicológico.

Ibaneis Rocha (MDB), governador do Distrito Federal, também apresentou requerimento, defendendo a suspensão do ex-procurador.

Constrangimento

No documento encaminhado à OAB, Janot afirma que foi informado das duas representações e que preferia ficar afastado até que elas fossem julgadas. Disse que, com isso, buscava evitar constrangimentos para a entidade.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum