Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
24 de junho de 2019, 12h13

Rodrigo Maia abre guerra contra Bolsonaro e diz que Câmara deve derrubar decreto das armas

"Tudo aquilo que não seja constitucional não é nem correto que o Congresso aceite", disparou Maia contra o decreto de armas de Bolsonaro

Bolsonaro e Rodrigo Maia (Arquivo)

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira (24) que o decreto de armas, derrubado no  Senado, também cairá entre os deputados. Para ele há pontos inconstitucionais que o Congresso não pode aceitar.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Tudo aquilo que não seja constitucional não é nem correto que o Congresso aceite”, disparou Maia, que criticou na sexta-feira (21) o fato da agenda de Bolsonaro ser muito “voltada para nichos”.

O deputado, no entanto, considerou que há pontos que podem ser votados em forma de projeto de lei. “Depois da decisão do Senado de derrubar o decreto de armas, na minha opinião esse pode ser o caminho da Câmara [a derrubada]. Mas nós entendemos sob a liderança dele [o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP)] que existem alguns pontos que são constitucionais e precisam ser tratados por lei”, afirmou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum