Rodrigo Pacheco defende retorno do auxílio emergencial e diz que “teto de gastos não pode ficar intocado”

Apoiado por PT e PDT e por Bolsonaro, Pacheco evita se posicionar sobre o impeachment, mas cede no tema do auxílio

O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), candidato à presidência do Senado, defendeu nesta quinta-feira (21) a retomada do auxílio emergencial ou a ampliação do programa Bolsa Família. Pacheco é apadrinhado por Davi Alcolumbre (DEM-AP) e possui o apoio tanto de partidos como PT e PDT quanto do presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista ao jornalista Daniel Weterman, do Estado de S. Paulo, o senador tentou não de posicionar no tema do impeachment, ao dizer que a atribuição era da Câmara, e defendeu a retomada do auxílio emergencial – pauta defendida principalmente por partidos de oposição e fora da agenda de Bolsonaro.

“Temos um compromisso absoluto com o teto de gastos e o ajuste fiscal. Não é possível gastar o que não tem. Todavia, há um estado de necessidade em função da pandemia. Precisamos, enquanto Estado, encontrar uma solução para remediar o problema dessas pessoas mais vulneráveis, seja com auxílio emergencial renovado seja com incremento do Bolsa Família ou de algo assemelhado”, afirmou o senador.

Apesar de afirmar ter comprometimento com o teto de gastos, o parlamentar afirma que ele “não pode ficar intocado em um momento de extrema necessidade em que é preciso salvar vidas”. “Obviamente, essa rigidez pode ser relativizada, mas vamos trabalhar muito para que não seja relativizada”, completou.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR