Fórumcast #20
16 de agosto de 2017, 12h29

Romário lança “Um olho na bola, outro no cartola”, com detalhes da CPI do futebol

O senador conta em seu livro grandes momentos de sua carreira e mostra como o nascimento de sua filha Ivy, que é portadora de síndrome de Down, o levou à política.

O senador conta em seu livro grandes momentos de sua carreira e mostra como o nascimento de sua filha Ivy, que é portadora de síndrome de Down, o levou à política.

Da Redação*

O ex-jogador Romário foi um dos responsáveis pela criação da CPI que investigou as possíveis irregularidades na gestão financeira da CBF e do Comitê Organizador da Copa do Mundo. No total, foram dois anos de depoimentos e discussões parlamentares.

Para contar essas e outras histórias, o ‘baixinho’ acaba de lançar o livro “Um olho na bola, outro no cartola”, que irá chegar às livrarias no final do mês e terá seu primeiro lançamento na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, dia 2 de setembro, às 11 horas (de Brasília).

O senador conta em seu livro grandes momentos de sua carreira e mostra como o nascimento de sua filha Ivy, que é portadora de síndrome de Down, o levou à política. Além disso, o Romário revela detalhes do processo da CPI do futebol, que, segundo ele, tinha como objetivo colocar quem enriqueceu ilicitamente com o futebol na cadeia.

Veja também:  Freixo questiona silêncio de Moro e quem responde é Carlos Bolsonaro

O livro, que tem apresentação de Randolfe Rodrigues e prefácio de Juca Kfouri, terá 256 páginas e terá o preço de R$ 44,90. No mesmo dia do lançamento, às 14 horas (de Brasília), o político participará de um bate-papo sobre o livro.

Ao longo de sua carreira, o atacante defendeu clubes como Vasco, Flamengo e Barcelona. Ele foi eleito duas vezes o melhor jogador do mundo e fez parte do elenco da Seleção Brasileira que conquistou o tetracampeonato mundial em 1994, nos Estados Unidos.

*Com informações da ESPN

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum