Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de junho de 2019, 08h58

Romero Jucá é denunciado por receber ao menos R$ 1 milhão em propina no caso Transpetro

Os procuradores afirmam que Sérgio Machado – indicado e mantido na presidência da estatal por Romero Jucá e integrantes do MDB – tinha a função de arrecadar propinas para os padrinhos políticos

Bolsonaro e Romero Jucá em reunião no Palácio do Planalto (Divulgação/PR)

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou nesta terça-feira (4) que enviou denúncia à Justiça contra o ex-senador Romero Jucá (MDB) e Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, por envolvimento em esquema de corrupção na Transpetro. Jucá teria recebido ao menos R$ 1 milhão em propina somente em 2010, segundo os procuradores.

De acordo com a denúncia, a corrupção que gerou os pagamentos ilícitos ao ex-senador ocorreu em quatro contratos e sete aditivos celebrados entre a Galvão Engenharia e a Transpetro.

Os procuradores afirmam que Sérgio Machado – indicado e mantido no cargo por Romero Jucá e integrantes do MDB – tinha a função de arrecadar propinas para os padrinhos políticos. Além disso, Sérgio Machado garantia a continuidade dos contratos e a emissão de futuros convites para licitações às empreiteiras, conforme o MPF.

A Galvão Engenharia, de acordo com o MPF, realizava o pagamento de propinas no percentual de 5% do valor de todos os contratos da Transpetro a integrantes do MDB que faziam parte do núcleo que sustentava Sérgio Machado como presidente da empresa, subsidiária da Petrobras.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum