Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de dezembro de 2019, 15h44

Rosângela Moro é provável candidata a vice-prefeita de Curitiba

A advogada, assim como o marido Sérgio Moro, deve deixar sua área de atuação para se aventurar na política

Rosângela Moro finge que está "atrás das grades" (Reprodução/Instagram)

A advogada Rosângela Moro, assim como fez o marido, o ministro da Justiça Sérgio Moro, deve deixar sua área de atuação para se aventurar na política. Usuária assídua das redes sociais, a esposa do ex-juiz já vem demonstrando há alguns anos sua inclinação para a política ao fazer postagens um tanto quanto eleitoreiras em seus páginas. Agora, no entanto, ela já estaria conversando com dois dos principais pré-candidatos à prefeitura de Curitiba, Fernando Francischini (PSL) e Ney Leprevost (PSD), para dar um passo além e se candidatar a vice-prefeita em uma das chapas.

De acordo com João Frey, do jornal Gazeta do Povo, fontes ligadas aos políticos e à própria Rosângela confirmaram que há diálogos neste sentido.

Ambos os pré-candidatos são ferrenhos defensores da Lava Jato, operação que alçou o marido de Rosângela à condição de “herói nacional”. Leprevost, por exemplo, chegou a convidar a advogada para assumir um cargo na secretaria de Justiça do governo de Ratinho Junior, mas a nomeação não foi para frente. Mesmo assim, a proximidade entre os dois é evidente: na última terça-feira (17) ela esteve na secretaria e participou de uma reunião com o pré-candidato.

Já Franchischini capitaneou uma série de manifestações em prol da Lava Jato. Além disso, seu filho, o deputado federal Felipe Francischini, é um dos principais defensores e articuladores das demandas de Sérgio Moro no Congresso.

O próprio ministro Sérgio Moro, por sua vez, é cotado para ser vice de Jair Bolsonaro em 2022 ou mesmo lançar uma candidatura própria à presidência.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum