sábado, 19 set 2020
Publicidade

Rui Falcão diz que PT terá candidatura própria e partido não será antimercado

Em entrevista para Marina Dias, publicada na Folha desta terça-feira (17), o ex-presidente do PT, Rui Falcão, garantiu que o partido terá candidato e o seu programa de governo não será antimercado.

Já sobre a candidatura de Lula, Falcão diz acreditar que ele possa ser liberado, mas só com muita pressão popular. “Independentemente de ele conseguir libertação, vamos registrá-lo em 15 de agosto e utilizar todos os recursos para que ele possa estar na urna”, disse.

Entre as propostas, que devem ser lançadas nos próximos dias, devem estar a isenção do Imposto de Renda para quem ganha até cinco salários mínimos e medidas para a estabilidade do câmbio.

Sobre a possibilidade de Lula não poder ser candidato, Falcão lembrou que um substituto pode ser indicado até 20 dias antes do primeiro turno. Ele lembrou também que o potencial de transferência de votos de Lula é grande, conforme indica pesquisa Datafolha e que, “com os últimos episódios, escancarando parcialidade e injustiça, o poder de transferência deve se ampliar”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.