Russomanno trai Bolsonaro e declara apoio a Bruno Covas no segundo turno

Celso Russomanno ficou em quarto lugar na eleição, com 10,5% dos votos válidos. Foi seu pior desempenho nas últimas três eleições

Celso Russomanno, que disputou a Prefeitura de São Paulo pelo partido Republicanos, divulgou nota nesta terça-feira (17) declarando apoio à reeleição de Bruno Covas (PSDB) no segundo turno das eleições municipais.

Com o apoio, Russomano trai o seu principal cabo eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ), ao apoiar o candidato do seu rival, o governador João Doria (PSDB), que deve disputar a presidência em 2022 contra a reeleição do presidente.

Celso Russomanno ficou em quarto lugar na eleição, com 10,5% dos votos válidos.

“O partido entende que a moderação e o equilíbrio são fundamentais para que a cidade possa avançar e que Bruno Covas é a pessoa mais preparada para isso”, disseram o Republicanos e Russomanno em nota conjunta divulgada à imprensa.

Covas e Guilherme Boulos vão disputar o segundo turno da eleição em São Paulo, que foi definido na noite deste domingo (15), quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou que os dois candidatos foram os mais votados na primeira parte da disputa para prefeito da capital.

Segundo a Justiça Eleitoral, Covas teve 32,85% (1.747.938 votos válidos) e Boulos, 20,24% (1.077.168 votos válidos) e irão disputar o 2º turno em 29 de novembro.

Com informações do G1

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.