Salles demite presidente do ICMBio após desacordo sobre incêndios no Pantanal

Ministro criticou a gestão de Homero Cerqueira em conversas com fazendeiros, o que incomodou o militar

O governo de Jair Bolsonaro exonerou o coronel Homero de Giorge Cerqueira do cargo de presidente do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) nesta sexta-feira (21).

A decisão foi tomada após desavenças entre o militar e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Ambos teriam discutido em reunião sobre a atuação da agência no combate aos incêndios no Pantanal.

De acordo com a Reuters, Salles criticou a atuação do ICMBio no combate às queimadas em conversas com fazendeiros da região, o que também teria incomodado Cerqueira.

O coronel é o segundo presidente do instituto a deixar o cargo durante o governo Bolsonaro. Ele assumiu o órgão em maio do ano passado para substituir o ambientalista Adalberto Eberhard, que pediu demissão também por conta de desavenças com Salles.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.