O que o brasileiro pensa?
07 de julho de 2020, 07h09

Salles diz que pedido de afastamento é “ideológico” e quer interferir em políticas do governo

Procuradores acusam ministro de promover "desestruturação dolosa" da proteção ambiental e pedem sua saída imediata

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. (Foto: Divulgação)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que o pedido do seu afastamento apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) é “político-ideológico” e que se trata de uma “tentativa de interferir em políticas públicas” do governo Bolsonaro.

Procuradores acusam Salles de promover “desestruturação dolosa” da proteção ambiental, o que configura improbidade administrativa, e pedem à Justiça que o retire do cargo imediatamente.

“A ação de um grupo de procuradores traz posições com evidente viés político-ideológico em clara tentativa de interferir em políticas públicas do Governo Federal. As alegações são um apanhado de diversos outros processos já apreciados e negados pelo Poder Judiciário, uma vez que seus argumentos são improcedentes”, afirmou Salles, em nota.

Assinada por 12 procuradores do Distrito Federal e integrantes da Força-Tarefa Amazônia do MPF, a ação relaciona uma série de atos de Salles no comando da pasta que favoreceriam a desestruturação da política ambiental no Brasil.

Os procuradores federais apresentaram ainda um pedido cautelar de afastamento de Salles para que a saída dele possa ocorrer antes do julgamento da ação. Para eles, a permanência de Salles no cargo pode trazer “consequências trágicas à proteção ambiental”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum