Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de fevereiro de 2020, 18h09

Sâmia Bomfim (PSOL) fará evento para oficializar pré-candidatura à prefeitura de SP

Além de Sâmia, PSOL já tem Carlos Giannazi como pré-candidato à prefeitura da capital paulista, e ainda discute nomes como Guilherme Boulos e Luiza Erundina; PT tem sete pré-candidatos inscritos para as prévias. Saiba como está o panorama de candidaturas na cidade

Sâmia Bomfim - Foto: Divulgação

Os partidos seguem se movimentando para as eleições municipais que se aproximam. Na capital paulista, as legendas, principalmente do campo de esquerda, já vem oficializando pré-candidaturas.

Adiantada pela Fórum ainda em setembro do ano passado, a pré-candidatura da deputada federal Sâmia Bonfim (PSOL-SP) será lançada em um evento na zona leste da cidade, neste sábado (8), com a presença de parlamentares e militantes do partido, como as codeputadas estaduais da Bancada Ativista, Monica Seixas, Erika Hilton , Chirley Pankará e Paula Aparecida; o vereador de SP, Toninho Vespoli; além de políticos de outros estados, como a deputada federal Fernanda Melchionna (PSOL- R) e Babá (PSOL-RJ), vereador e um dos fundadores do PSOL.

Sâmia se elegeu vereadora em 2016 e, em 2019, se tornou deputada federal, sendo a mais votada de seu partido em São Paulo, superando nomes conhecidos como Luiza Erundina e Ivan Valente.

“A gente vê um processo de uma nova direita crescendo no Brasil, com posições mais radicalizadas. E também é responsabilidade da esquerda saber fortalecer suas próprias lideranças, também renovadas, e com posições radicais, dos princípios de defesa dos direitos sociais, dos trabalhadores e dos direitos humanos”, disse Sâmia à Fórum em setembro de 2019, quando confirmou sua intenção de disputar a prefeitura.

Outros nomes do PSOL 

Além de Sâmia, o PSOL já conta com a inscrição de outro pré-candidato à prefeitura: a do deputado estadual Carlos Giannazi, que foi o candidato do partido para o comando da capital paulista em 2012.

Interna e externamente, o PSOL também discute a possibilidade de lançar Guilherme Boulos, que foi candidato à presidência em 2018, e Luiza Erundina, candidata à prefeitura em 2016.

PT

O PT, após reunião de lideranças com o ex-presidente Lula, decidiu realizar uma disputa interna através de prévias.

São, ao todo, 7 nomes do partido que reuniram assinaturas suficiente para se inscreverem como pré-candidatos: o deputado federal Paulo Teixeira, o vereador Eduardo Suplicy, o ex-deputado Jilmar Tatto, o deputado federal e ex-ministro Alexandre Padilha, o ex-vereador Nabil Bonduki, o deputado federal Carlos Zarattini e Valkiria “Kika” de Souza Silva, liderança do movimento de combate ao racismo.

O partido não exclui uma aliança com outros partidos de esquerda, como PSOL e PCdoB, e aventa até mesmo um diálogo com a ex-senadora Marta Suplicy (sem partido). A legenda garante, entretanto, que terá candidatura própria.

Outros partidos 

Ainda não há nada definido, mas até agora as principais articulações são:

  • PCdoB: Orlando Silva
  • PSB: Márcio França
  • Patriotas: Mamãe Falei (Arthur do Val)
  • PSL: Joice Hasselmann
  • MDB: José Luiz Datena (com possível apoio de Bolsonaro)
  • PRB: Celso Russomano

 

 

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum