Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de junho de 2019, 20h55

Secretário do Audiovisual de Bolsonaro deve cair antes mesmo de assumir

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, está fora do país, mas já afirmou a interlocutores que vai rever a indicação de Tutuca

Foto: Reprodução/Facebook

Em mais uma trapalhada do governo de Jair Bolsonaro, a nomeação do ex-colunista social Edilásio Barra, mais conhecido como Tutuca, para a Secretaria de Audiovisual deverá ser cancelada antes de ser efetivada, de acordo com informações de Lauro Jardim, de O Globo.

Tutuca já atuou como figurante de novela, foi colunista social de TV e pastor (fundou a Igreja Continental do Amor de Jesus, no Rio de Janeiro).

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, está fora do país, mas já afirmou a interlocutores que vai rever a indicação de Tutuca.

Edilásio Barra havia sido escolhido para substituir o jornalista Pedro Henrique Peixoto, autor da biografia “Identidade Frota: a estrela e a escuridão”, do ex-ator e atual deputado federal Alexandre Frota (PSL/SP).

Reação

A troca desagradou até mesmo os aliados do governo. Alexandre Frota reagiu com indignação. Em áudio que circulou em redes de WhatsApp, o ex-ator afirma que foi buscar Pedro Peixoto na Fox, descreve a sua formação e diz, sem citar o nome, que Edilásio Barra “é primo do Eder Mauro (deputado pelo PSL do Pará). E o Onyx (Lorenzoni) tinha uma dívida com o Eder Mauro pra colocar um sobrinho dele em alguma coisa”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum