Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de junho de 2018, 18h18

Segunda Turma do STF marca julgamento do pedido de liberdade de Lula

Defesa do petista entrou com recurso para anular a decisão em segunda instância que condenou o petista a 12 anos e 1 mês de prisão; julgamento será na próxima terça-feira (26)

Foto: Ricardo Stuckert

O presidente da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, atendeu nesta terça-feira (19) ao pedido do relator da Lava Jato na Corte, ministro Edson Fachin, e marcou para a próxima terça-feira (26) o julgamento de um recurso da defesa do ex-presidente Lula que pede a liberdade do petista.

Caso o recurso seja aceito, Lula, que está preso há mais de dois meses em Curitiba (PR) por conta do processo do “triplex do Guarujá”, deve deixar a prisão e poderá se candidatar às eleições sem maiores impeditivos.

No recurso, a defesa do ex-presidente argumenta que há urgência na suspensão da condenação em segunda instância de 12 anos e 1 mês de prisão porque Lula é pré-candidato à Presidência e tem seus direitos políticos cerceados ante a execução da condenação, que não é definitiva. “Além de ver sua liberdade tolhida indevidamente, corre sério risco de ter, da mesma forma, seus direitos políticos cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, mostra-se gravíssimo e irreversível”, diz a petição.

Os advogados de Lula argumentam, ainda, que os recursos em instâncias superiores não foram esgotados e que o ex-presidente, portanto, deve aguardar as decisões superiores em liberdade.

A Segunda Turma do STF é composta pelos ministros Edson Fachin, Gilmar Mendes, Ricardo Lewadowski, Dias Toffoli e Celso de Mello.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum