Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de abril de 2019, 18h48

Senador vai protocolar pedido de impeachment de Dias Toffoli e Alexandre de Moraes

Para Alessandro Vieira (Cidadania-SE), “o Supremo fica do tamanho desses ministros, inexistente praticamente. Fica todo mundo no mesmo saco, comprometendo as instituições”

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) declarou nesta terça-feira (16) que vai pedir o impeachment de Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e do ministro Alexandre de Moraes. A alegação é crime de responsabilidade e abuso de autoridade.

A proposta conta com o apoio de outros senadores, como Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Lasier Martins (Pode-RS).

O presidente da Corte é o responsável pela abertura de um inquérito pelo próprio STF, com o objetivo de investigar supostos ataques à honra, ameaças e fake News contra os integrantes do Supremo.

Raquel Dodge, procuradora-geral da República (PGR), pediu nesta terça o arquivamento da apuração, que tem sido alvo de protestos.

Censura e buscas

De acordo com Vieira, que também é o autor do pedido de criação de uma CPI para investigar tribunais superiores, a investigação cometeu ilegalidades na última segunda (15), ao censurar reportagem da revista Crusoé e do site O Antagonista, que citava Toffoli.

Além disso, ordenou buscas e apreensões a pessoas que “apenas emitiram opiniões em redes sociais” contra o Supremo, na opinião do senador.

Ele destaca, ainda, que a Corte se apequena por manter os dois ministros. “O Supremo fica do tamanho desses ministros, inexistente praticamente. Fica todo mundo no mesmo saco, comprometendo as instituições”, diz.

A decisão agora de dar prosseguimento ao pedido cabe ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum