Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de julho de 2019, 09h30

Site de direita usa perito da bolinha de papel de Serra para desqualificar áudios da Vaza Jato

A bolinha de papel da vez de Molina é afirmar ser “impossível verificar tecnicamente a autenticidade das supostas mensagens de celular divulgadas até agora e atribuídas a Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato”

Foto: Reprodução

O site de extrema-direita O Antagonista, conhecido por divulgar notícias da operação Lava-Jato, do ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, com antecedência, parece ter entrado no modo desespero.

Na tentativa de desqualificar os vazamentos do site The Intercept Brasil, que revelam a relação promíscua entre o então juiz e os promotores do caso, resolveram recorrer ao perito Ricardo Molina, aquele da bolinha de papel do então candidato à presidência José Serra (PSDB-SP).

Relembre o caso

Na campanha para as eleições presidenciais de 2010, a primeira vencida por Dilma Rousseff (PT-RS), o então candidato José Serra, durante uma atividade no bairro carioca de Campo Grande, teria sido atingido por um objeto contundente e levado às pressas ao hospital.

O tal perito Ricardo Molina ficou intermináveis minutos no ar no Jornal Nacional, da Rede Globo, daquele dia, analisando imagens e tentando demonstrar que Serra havia sido atingido por um rolo de fita adesiva.

Uma reportagem da TV Bandeirantes, no entanto, demonstrou que o objeto que levou Serra ao hospital foi, de fato, uma bolinha de papel. Serra veio a perder a eleição e o perito caiu em descrédito.

“Impericiáveis”

A bolinha de papel da vez de Molina é afirmar ser “impossível verificar tecnicamente a autenticidade das supostas mensagens de celular divulgadas até agora e atribuídas a Sergio Moro, Deltan Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato”.

Para ele, “os textos são impericiáveis” e “ainda que se provasse a integridade do áudio atribuído a Dallagnol, isso automaticamente não autenticaria os textos”.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum