Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de abril de 2018, 16h06

Site que organizou jantar de Cármen Lúcia com a Shell faz pesquisa sem Lula

O Poder 360, site que organizou um jantar, aquele em que Cármen Lúcia disse que o STF "se apequenaria" se discutisse prisão após segunda instância, realizou pesquisa eleitoral com dois cenários sem o ex-presidente Lula, que tem a preferência da maioria da população

O site Poder 360, do jornalista Fernando Rodrigues, divulgou neste sábado (21) uma pesquisa eleitoral feita por sua sessão de pesquisas, o DataPoder 360. Foram expostos aos entrevistados dois cenários: ambos sem o nome do ex-presidente Lula que, mesmo preso, continua sendo o principal vetor eleitoral para qualquer pesquisa, visto que ele tem a maioria das intenções de voto do eleitorado.

Pela pesquisa, em que é colocado o nome de Fernando Haddad como um possível substituto de Lula, Jair Bolsonaro (PSL-RJ) lidera com 22%. Em segundo lugar vem o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa (PSB), com 16%. O terceiro lugar nas intenções é Ciro Gomes (PDT), com 8%, em empate técnico com Marina Silva (Rede). Fernando Haddad (PT) aparece em 4º lugar com 7% e é seguido por Alvaro Dias (Podemos), com 6%, empatado com Geraldo Alckmin.

A exclusão do nome de Lula na pesquisa, por ter sido feita pelo site Poder 360, não é estranha. O site é o mesmo que organizou, em janeiro, aquele jantar com a ministra Cármen Lúcia, empresários, incluindo um representante da Shell, e jornalistas da mídia tradicional. Na ocasião, Cármen Lúcia afirmou que que o STF “se apequenaria” se discutisse, naquele momento, a prisão após a condenação em segunda instância. Justamente por não ter feito essa discussão, Lula foi preso há 14 dias, antes do trânsito em julgado, contrariando o que diz a Constituição.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum