Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de janeiro de 2020, 15h02

Skaf enfrenta racha na Fiesp e convoca empresários para almoço com Bolsonaro

Nesta semana, empresários da Fiesp condenaram o conluio entre Skaf e Bolsonaro e decretaram a “morte anunciada” da indústria

O presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e Bolsonaro (Foto: Alan Santos/PR)

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, convidou dirigentes de sindicatos e empresários ligados à entidade para um almoço, no próximo dia 3, com o presidente Jair Bolsonaro. Evento será na própria sede da federação e vem como tentativa de amenizar críticas de alguns empresários contra Skaf, que o acusam de “conluio” com o presidente.

As críticas contra Skaf vieram do ex-presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, em conjunto com Pedro Passos, ex-presidente do Iedi (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial) e conselheiro da Natura Cosméticos, e Pedro Wongtschowski, atual presidente do Iedi e conselheiro da Ultrapar.

O grupo assinou um duro artigo na edição da Folha de S.Paulo nesta semana acusando Skaf de promover, junto com Bolsonaro, a “morte anunciada” da indústria. Como resposta, o presidente da federação reafirmou, também em artigo da Folha, ser a favor do governo do ex-capitão e negou acusações de práticas fascistas.

“Os leitores desta Folha, por exemplo, depararam-se nas últimas semanas com quatro textos sobre a Fiesp que causam estranheza, e por que não dizer, indignação em quem conhece e vive nosso dia a dia. Um deles, o mais obtuso, perguntava se a Fiesp é ‘fascista’. Chega a ser ridículo demais para comentar”, escreveu.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum