Sócio de Huck, dono do Madero adere a ato golpista e diz que está “100% com Bolsonaro”

Em vídeo, Junior Durski critica o Congresso Nacional e diz que parlamentares atuam em interesse próprio

O empresário Junior Durski, dono do restaurante Madero e sócio do futuro candidato à Presidência, Luciano Huck, publicou um vídeo em suas redes sociais mostrando apoio ao ato golpista do próximo dia 15, que pede o fechamento do Congresso, do Supremo Tribunal Federa (STF) e o retorno do AI-5.

“Estou 100% com o presidente Jair Bolsonaro. Tenho muito orgulho de ter votado por Bolsonaro, de ter trabalhado na campanha, de ter ido para a rua todas as vezes que tivemos que ir, que vamos de novo para as ruas no 15 de março. Vamos estar juntos. Sou muito orgulhoso do presidente que temos”, disse o empresário.

Em outro trecho do vídeo, Durski critica o Congresso Nacional. “A gente sabe que o Congresso é muito tendecioso, eles buscam sempre o interesse pessoal, deixando de lado o Brasil”, disse.

Em outro trecho do vídeo, Durski critica o Congresso Nacional. “A gente sabe que o Congresso é muito tendecioso, eles buscam sempre o interesse pessoal, deixando de lado o Brasil”, disse.



https://www.instagram.com/p/B9Sbg-DFs2H/?utm_source=ig_embed



Empresários do grupo Brasil 200 também apoiaram o golpe. O presidente da rede de academias Bio Ritmo, Edgard Corona, que faz parte do movimento tem incentivado que empresários impulsionem ataques contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), através de “investimento em marketing”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR