STF decide manter prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira

Barroso, Rosa Weber, Lewandowski, Cármem Lúcia, Dias Toffoli e Fachin foram a favor; parlamentar está preso desde fevereiro por ameaçar ministros da Corte

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria na manhã desta sexta-feira (22) para manter a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL), bolsonarista radical que ameaçou ministros da Corte em fevereiro deste ano.

Votaram pela manutenção da prisão do parlamentar o relator, ministro Luís Roberto Barroso, e os ministros Rosa Weber, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Edson Fachin. Alexandre de Moraes, que pediu a prisão do deputado, se declarou impedido de votar.

O bolsonarista foi preso pela segunda vez em junho por desrespeitar a utilização da tornozeleira eletrônica por cerca de 30 vezes. Ele também se negou a fornecer a senha do celular para os agentes.

Silveira já havia sido preso em fevereiro por ataques aos ministros do STF e, em março, foi autorizado a cumprir prisão domiciliar. 

Notícias relacionadas

Moraes pede prisão de Allan dos Santos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou nesta quinta-feira (21) a prisão preventiva do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos. O dono do canal “Terça Livre” está nos Estados Unidos, com o visto vencido, e deverá ser extraditado imediatamente ao Brasil.

Dessa maneira, o ministro Alexandre de Moraes determinou que a Polícia Federal inclua o mandado de prisão na lista da Difusão Vermelha da Interpol e acionou a embaixada dos Estados Unidos.

A decisão de Moraes atende a um pedido da Polícia Federal, mas contraria a Procuradoria-Geral da República, que se manifestou contrária a prisão do blogueiro bolsonarista.

Avatar de Carolina Fortes

Carolina Fortes

Repórter colaborativa no site Emerge Mag e antiga editora-assistente no site da Jovem Pan. Ex-repórter no site Elástica. Formada em jornalismo e faz a segunda graduação em Letras na Universidade de São Paulo (USP). Acredita no jornalismo como forma de impacto social e defende maior inclusão e representatividade.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR