Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de agosto de 2019, 15h45

Substituto de Moro, juiz ordena que Mantega use tornozeleira eletrônica

“É a Lava Jato voltando a fazer espetáculo para colocar uma cortina de fumaça nos abusos e arbitrariedades que estão sendo revelados na condução desse processo”, diz o advogado Fábio Tofic Simantob

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O juiz Luiz Antonio Bonat, substituto do atual ministro da Justiça, Sergio Moro, na 13ª Vara Federal de Curitiba, deu prosseguimento às práticas do antecessor e determinou que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega passe a usar tornozeleira eletrônica.

A decisão foi tomada no despacho que autorizou a deflagração da 63ª fase da Lava Jato, denominada Carbonara Chimica.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

O advogado Fábio Tofic Simantob disse que, para Mantega, a investigação sobre o rastreamento do dinheiro da empreiteira é ótima, porque mostrará que o ex-ministro não recebeu valores da Odebrecht.

Entretanto, Simantob criticou a decisão sobre o uso de tornozeleira eletrônica.

“A medida de tornozeleira eletrônica é absurda. Os fatos são de 2010, quase dez anos depois. Uma pessoa que não deu mostra de querer fugir, comparece aos atos do processo. É o constrangimento pelo constrangimento. Assim como o bloqueio dos R$ 50 milhões. Que R$ 50 milhões? É a Lava Jato voltando a fazer espetáculo para colocar uma cortina de fumaça nos abusos e arbitrariedades que estão sendo revelados na condução desse processo”, ressaltou.

Prisão

A força-tarefa da Lava Jato chegou a pedir a prisão de Mantega, porém a solicitação foi negada por Bonat, que considerou que não havia razões para tirar a liberdade do ex-ministro. O magistrado também determinou o bloqueio de R$ 50 milhões das contas do ex-ministro.

Bonat destacou que não há perspectiva de que Mantega venha a cometer “novas irregularidades”, uma das razões necessárias para a decretação de uma prisão preventiva ou temporária.

“Diante do exposto, apesar das alegações do MPF, entendo que não há causa suficiente para a decretação da prisão preventiva de Guido Mantega”, declarou Bonat.

O MPF alegou que quando era ministro ele teria atuado em favor da Odebrecht.

Além da tornozeleira eletrônica, Mantega ficará impossibilitado de exercer qualquer cargo público, deverá entregar seus passaportes e não poderá mudar de endereço.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum