Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de agosto de 2017, 16h41

Suplicy vai para o “olho a olho” com Doria e promete cobrar mais respeito com Lula e Dilma

O vereador topou participar do programa de entrevistas do prefeito tucano mas prometeu usar a oportunidade para cobrar respeito de Doria com Lula, a quem ele desfere ataques semanalmente, e marcar posição contra o projeto privatista do prefeito 

Por Redação 

O vereador Eduardo Suplicy (PT), o mais votado das últimas eleições, topo participar do programa “Olho a Olho”, do prefeito João Doria (PSDB), que será transmitido pelo Facebook na noite desta quinta-feira (10). O tucano costuma a chamar para o programa apenas “personalidades” e políticos que o apoiam. Enquanto primeiro petista a participar do programa, Suplicy quer aproveitar a oportunidade para marcar sua posição de oposição ao prefeito.

“Pretendo levar para o prefeito as diversas demandas da cidade, tais como: as privatizações, o desmonte na assistência social e cobrar uma gestão mais humana, especialmente com as pessoas em situação de rua”, disse o vereador em postagem no Facebook.

Leia também: Na primeira sessão da Câmara de SP do ano, Suplicy leva grafiteiro que foi preso para se encontrar com Doria

Veja também:  Liderados por Fernandez e Cristina Kirchner centenas de argentinos pedem Lula Livre em abaixo-assinado publicado em jornal

Suplicy prometeu, ainda, cobrar mais respeito do tucano com relação a Lula e Dilma, alvos constantes de ataques gratuitos do prefeito. “Cobrarei ainda uma postura mais adequada do prefeito em relação ao presidente Lula e à presidenta Dilma Rousseff. Não vamos alimentar o ódio, Doria!”, escreveu.

O programa vai ao ar a partir das 20h30 desta quarta-feira pelo Facebook de Doria e de Suplicy.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum