sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Tabata Amaral comemora “vitória da bancada feminina” na reforma e recebe enxurrada de críticas

A deputada federal, Tabata Amaral (PDT-SP), comemora, na sua conta do Twitter, na noite desta terça-feira (9), o que ela chama de “vitória da bancada feminina” na reforma da Previdência e recebe uma enxurrada de críticas.

“Vitória da bancada feminina! A proposta do governo para a Reforma da Previdência aumentava o tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos para homens e mulheres. No entanto, na média, as mulheres contribuem apenas 18 anos.”

Expulsa do partido

Tabata Amaral pode ser expulsa do PDT se votar a favor da reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro. O próprio presidente do partido, Carlos Luppi, teria informado isso a ela.

Em reunião da bancada do PDT na Câmara, nesta terça-feira, Luppi teria deixado claro que votassem a favor do projeto do governo arriscavam ser expulsos do partido. Ciro Gomes teria defendido a medida.

Segundo o jornal  O Estado de S. Paulo, Ciro Gomes teria ligado para Tabata pedindo que ela seguisse a determinação do partido, mas que teria tido resposta negativa. A deputada teria argumentado que o governo havia atendido as reivindicações do seu grupo, alterando o cálculo da aposentadoria para mulheres.

Veja abaixo algumas das críticas que a deputada recebeu de internautas:

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.