Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de novembro de 2017, 12h14

Tacla Durán diz ter provas contra Moro e que elas foram periciadas por Associação Espanhola de Peritos

O ex-consultor da Odebrecht desmentiu o juiz Sérgio Moro, que afirmava “peremptoriamente” que Durán e Zucolotto nunca tiveram contato. Zucolotto é padrinho de casamento de Moro e sócio de uma banca que já teve a esposa do juiz, Rosângela Moro

O ex-consultor da Odebrecht desmentiu o juiz Sérgio Moro, que afirmava “peremptoriamente” que Durán e Zucolotto nunca tiveram contato. Zucolotto é padrinho de casamento de Moro e sócio de uma banca que já teve a esposa do juiz, Rosângela Moro

Da Redação*

Tacla Durán assumiu, em depoimento à CPI da JBS, nesta quinta-feira (30), que procurou o advogado Carlos Zucolotto Jr., por saber de sua proximidade com o juiz Sérgio Moro e da chamada “panela de Curitiba”. “Eu o contratei porque ele tinha acesso às autoridades de Curitiba. Contratei uma pessoa que pudesse negociar melhor”.

Zucolotto é padrinho de casamento de Moro e sócio de uma banca que já teve a esposa do juiz, Rosângela Moro.

Mais adiante, o deputado Paulo Pimenta insiste que ele tenha, então, contratado o advogado “por saber que ele tinha acesso às pessoas que podiam ajudar a viabilizar a sua delação, é isso?”. Duran respondeu que sim. “Eu imaginei que tivesse. E ele confirmou que tinha”.

Mais à frente, Pimenta insiste se ele tem como provar que tenha tido contato com Zucolotto, pois o próprio Moro nega isto “peremptoriamente”. Tacla responde: “Sim, eu troquei as mensagens com ele, eu encaminhei pro relatório pericial e a sequência dos fatos que se desencadearam a partir desta conversa comprova que a conversa aconteceu”.

A partir dai, Tacla afirma que as provas apresentadas por ele foram todas periciadas pela Associação Espanhola de Peritos, que é o órgão responsável pelas perícias na Espanha, e foi comprovado que nada havia sido adulterado nos documentos.

Tacla Duran deu o depoimento por vídeo conferência, pois está na Espanha, onde será julgado.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum