TCU acusa Bolsonaro de favorecer aliados na distribuição de verbas para TVs abertas

Segundo o órgão fiscalizador, a mudança de padrão no rateio para as emissoras como o SBT de Sílvio Santos e a Record de Edir Macedo, e prejudica a Globo, tida como inimiga pelo presidente

Uma auditoria realizada pelo TCU (Tribunal de Contas da União) concluiu que o governo Jair Bolsonaro não apresentou critérios técnicos para justificar a distribuição de verbas publicitárias para as TVs abertas.

Segundo o órgão fiscalizador, a mudança de padrão no rateio para as emissoras favorece as que são aliadas do presidente, como o SBT de Sílvio Santos e a Record de Edir Macedo, e prejudica a Globo, tida como inimiga por Bolsonaro.

No primeiro ano de governo de Bolsonaro, a Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência), diminuiu a verba da Globo para 16% – era de 39% em 2018. Por sua parte, a Record teve um salto em sua participação, de 31% para 43%, enquanto o SBT passou de 30% para 41%.

O informe sobre o caso, preparado pelo ministro relator Vital do Rêgo, também aponta que a campanha da reforma da Previdência, a mais cara do governo em 2019, foi a principal responsável pelo desequilíbrio no rateio das verbas.

Outro fator destacável é o fato de que as principais mudanças ocorreram aos Fabio Wajngarten assumir a Secom, em abril de 2019. Ainda não há uma data marcada para que a corte analise o informe.

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR