Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
27 de novembro de 2019, 07h14

Temer confirma que impeachment que resultou no golpe foi vingança de Eduardo Cunha contra o PT

"Eu penso que se o PT tivesse votado com ele [Cunha] naquela comissão, ele estava com boa vontade para eliminar o impedimento”, afirmou Temer em entrevista que vai ao ar na noite desta quarta-feira (27) na GloboNews

Michel Temer e Eduardo Cunha (Arquivo)

Em entrevista a Andreia Sadi, que vai ao ar na noite desta quarta-feira (27) na GloboNews, Michel Temer confirmou que a abertura do processo de impeachment, que resultou no golpe parlamentar contra a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) foi uma vingança do então presidente da Câmara, Eduardo Cunha (ex-MDB) contra o PT, que votou a favor da continuidade do processo de cassação de seu mandato no Conselho de Ética da Câmara, em dezembro de 2015.

“Um equívoco do PT, eu penso que se o PT tivesse votado com ele [Cunha] naquela comissão, ele estava com boa vontade para eliminar o impedimento”, afirmou Temer.

A votação da bancada pela cassação do mandato despertou a ira em Eduardo Cunha, que iniciou a tramitação do impeachment de Dilma Rousseff meses depois, beneficiando diretamente o colega Michel Temer, que ocupava a vice-presidência.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum