Fórum Educação
19 de Maio de 2017, 10h48

Temer insinua que gravação foi editada e envia áudio a peritos

Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma ‘conspiração’.

Da Redação*

Uma das estratégias de emergência montada por Temer e aliados é desqualificar a gravação. De acordo com informações do Painel, da Folha, o Planalto decidiu enviar a peritos o áudio feita pelo empresário Joesley Batista, da JBS, com o presidente Michel Temer. Auxiliares do peemedebista desconfiam que a conversa foi editada.

“Comprovada a existência de montagem nos áudios, o governo vai reforçar a tese de que Temer foi vítima de uma ‘conspiração’, como ele próprio disse a aliados inicialmente. O grampo foi feito por Joesley antes de ele e executivos de seu grupo fecharem acordo de delação com a Lava Jato.

Palacianos vão, ainda, reforçar o discurso de que o grampo foi ilegal, feito sem autorização da Justiça. E questionarão a decisão a Procuradoria-Geral da República de validá-lo.

Por volta das 18h desta quinta-feira (18), ministros e aliados de Temer se reuniram aos cantos, em pequenos grupos, na antessala do gabinete presidencial, para ouvir em celulares e notebooks o grampo de sua conversa com Joesley”.

*Com informações do Painel da Folha

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum