Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de agosto de 2019, 13h51

Tendência interna do PSDB repudia filiação de Frota: “Constrangimento à militância tucana”

A Esquerda Pra Valer (EPV), tendência interna do PSDB que tem mais de 5,5 mil filiados e que prega a social democracia, divulgou uma nota oficial criticando a postura do governador João Doria em trazer para o partido o deputado federal Alexandre Frota, até há pouco tempo um dos principais nomes do bolsonarismo

Foto: Reprodução

A filiação do deputado Alexandre Frota ao PSDB, intermediada pelo governador de São Paulo, João Doria, acirrou o racha que vem dividindo o partido nos últimos anos. Neste sábado (17), a Esquerda Pra Valer (EPV), tendência interna da legenda que prega a social democracia, divulgou uma nota de repúdio à filiação do ex-ator pornô.

Frota foi desligado do PSL após inúmeras críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Até então, era um dos principais expoentes do bolsonarismo e crítico contumaz do PSDB.

“O estatuto do PSDB, pedra fundamental de nossos valores e ideais, é claro ao prever que nossa agremiação seja casa de convergência entre quatro correntes políticas: Social Democracia, Democracia Cristã, Socialismo Democrático e Liberalismo Progressista. O comportamento político reacionário do Sr. Alexandre Frota difere de maneira incontornável não apenas dessas doutrinas, como dos princípios democráticos e republicanos do nosso partido. Repetidas vezes o então candidato, agora eleito e expulso do PSL, detratou de forma contundente o PSDB, usando palavras de baixo calão e ofendendo seus dirigentes históricos com frases impublicáveis, sem jamais ter se retratado”, diz a nota da tendência. 

No texto, a EPV ainda critica João Doria, intermediador da filiação de Frota, e sugere sua saída do partido. “Ao convidá-lo, o Governador deve esclarecer se endossa tais manifestações. Em caso afirmativo, deve explicar por que permanece no PSDB e em caso contrário, explicar o que justifica o convite ao deputado Frota”.

A Esquerda Pra Valer foi fundada em 2004 e reúne mais de 5,5 mil militantes tucanos, entre vereadores, deputados estaduais e federais. Diferentemente das outras correntes do partido, a EPV é contra as privatizações como política econômica, apoia a legalização da maconha, se posicionou contra o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff e pregou voto em Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição presidencial no ano passado.

Confira, abaixo, a íntegra da nota de repúdio a Frota.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum