segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Tentando mostrar ser um conciliador, Huck vai aos EUA com líderes indígena e do agronegócio

Luciano Huck quer se mostrar como alguém que pode tirar o país dos extremos políticos e ser um candidato viável para as eleições e 2022. Mesmo sem assumir que já está em campanha, o apresentador vai costurando alianças que garantam as bases da sua candidatura.

Em mais um aceno para o seu eleitorado, Huck apareceu em uma foto junto com o líder indígena da etnia Paiter Suruí, Almir Suruí, e do diretor Associação Brasileira do Agronegócio, Luiz Cornacchioni, durante um evento em uma universidade dos EUA. Em um momento em que a Amazônia está na mira da discussão mundial por conta do desmatamento e avanço de lavouras dentro da Floresta, a atitude de Huck tem um forte apelo simbólico.

Em entrevista recente, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso questionou a vontade do global querer assumir a cadeira no Palácio do Planalto. “Ele vai deixar de ser celebridade para ser líder?”

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.