Tite e Marquinhos se recusam a cumprimentar Bolsonaro em premiação da Copa América

Treinador e zagueiro ignoraram a presença do presidente na entrega das medalhas

O técnico da seleção brasileira não fez o mínimo esforço para parecer cordial com o presidente da república. Ao se dirigir para receber a premiação pela conquista da Copa América, Tite cumprimentou as autoridades ali presente, mas não estendeu a mão para Jair Bolsonaro. Quem teve a mesma atitude do treinador foi o zagueiro Marquinhos.

Imagens da transmissão mostram os dois integrantes da seleção brasileira passando indiferentes por Bolsonaro. No caso de Tite, o presidente teve que se esforçar para chamar atenção do técnico.

Antes disso o presidente já havia sido recepcionado com vaias pela torcida que estava no Maracanã assim que pisou no gramado do estádio.

Veja também: Em vídeo, Tite diz não a Bolsonaro e manda recado para Lula

A atitude dos integrantes da seleção brasileira gerou uma série de comentários nas redes sociais.

Publicidade

Publicidade

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR