Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de fevereiro de 2019, 14h42

TJSP arquiva ação contra Haddad sobre denúncia apresentada faltando um mês para a eleição presidencial

Embora não aponte contrapartida de Haddad ao pagamento da UTC, o promotor Marcelo Mendroni afirmava que havia uma "perspectiva de contrapartida" do petista

Foto: Arquivo

O Tribunal de Justiça de São Paulo arquivou nesta quarta-feira (27) o processo criminal que acusava Fernando Haddad (PT) de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Por dois votos a um, os desembargadores da 12ª Câmara Criminal entenderam que já tramita outra ação contra Haddad pelos mesmos fatos na Justiça Eleitoral, em que ele responde por prática de caixa dois, e decidiram trancar a ação.

A acusação foi apresentada em 4 de setembro do ano passado, a cerca de um mês do primeiro turno eleitoral. Em novembro, o juiz Leonardo Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Barra Funda, na capital paulista, aceitou a denúncia e transformou Haddad em réu.

Segundo a denúncia, com base na delação da UTC, Haddad teria recebido propina da empreiteira UTC para pagamento de dívidas da campanha à Prefeitura de São Paulo em 2012.

Embora não aponte contrapartida de Haddad ao pagamento da UTC, o promotor Marcelo Mendroni afirmava que havia uma “perspectiva de contrapartida” do petista.

Em nota, os advogados de Haddad, Pierpaolo Bottini e Leandro Racca, afirmam que no próprio voto, o relator, desembargador Vico Mañas, afirma que “a denuncia não esclarece qual a vantagem pretendida pelo empreiteiro, uma vez que os interesses da UTC foram contrariados pela gestão municipal, que chegou a cancelar um contrato já assinado com a empresa para a construção de um túnel na Avenida Roberto Marinho”.

“O Tribunal reconheceu as falhas da acusação e a inexistência de benefícios indevidos para a UTC a gestão Fernando Haddad. O próprio Ministério Público concordou com a inviabilidade do processo penal contra o ex-Prefeito. A decisão põe um ponto final a uma injustiça que durava meses”.

Com informações da Folha de S.Paulo

ossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum