Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de março de 2020, 08h20

Toffoli acha o Bolsonaro de 2020 mais “equilibrado” que o de 2019, diz colunista

Presidente do STF amarelou e evitou tecer comentários sobre o incentivo de Bolsonaro à manifestações contra as instituições

Bolsonaro, Dias Toffoli e Paulo Guedes (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Ao longo dos três primeiros meses de 2020, o presidente Jair Bolsonaro, para além de seus discursos preconceituosos habituais, insultou mulheres, intensificou seus ataques à imprensa, zombou da população ao colocar um humorista em seu lugar para responder perguntas e distribuir bananas à imprensa e até mesmo incentivou manifestações que reivindicam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Para o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, no entanto, o Bolsonaro de 2020 é mais “equilibrado” que o Bolsonaro de 2019. A informação é de Lauro Jardim, que publicou a suposta avaliação de Toffoli sobre o o presidente em sua coluna deste domingo (8) no jornal O Globo.

Um sinal de que o presidente do STF possa, de fato, achar Bolsonaro “equilibrado”, é o fato de que ele amarelou ao evitar tecer comentários sobre o novo incentivo do capitão da reserva aos protestos do dia 15 de março.

“Não é papel do presidente do Supremo ser comentarista de falas dos presidentes dos outros poderes”, declarou Toffoli em entrevista à jornalista Tânia Monteiro, do Estado de S.Paulo.

Ao ser questionado se havia conversado com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre sobre a possibilidade de um pronunciamento conjunto, o ministro disse que “o papel do STF nunca é de tomar atitude ativa. É de ser árbitro e mediar e pacificar, quando chamado”.

Em evento realizado neste sábado em Boa Vista, Bolsonaro voltou a convocar apoiadores para o ato do dia 15 de março, organizado por apoiadores do ex-capitão contra o Congresso Nacional e o Pode Judiciário.

“Não é fácil. Já levei facada no pescoço dentro do meu gabinete. No dia 15 agora tem um movimento de rua espontâneo”, disse o ex-capitão. “Participem. Não é um movimento contra o congresso, contra o Judiciário, é pró-Brasil”, completou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum