Fórumcast #20
24 de março de 2019, 09h54

Toffoli mira Dallagnol em inquérito do STF contra fake news

O inquérito vai correr sob sigilo e será conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes

Deltan Dallagnol em Congresso sobre a Lava Jato no Rio (Fernando Frazão - 2.abr.2019/Agência Brasil)

O procurador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, parece que irritou, pelo menos, boa parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O inquérito aberto pelo presidente da Corte, Dias Toffoli, para apurar fake news e ameaças contra os magistrados tem um alvo central: Dallagnol, de acordo com informações de Lauro Jardim, em O Globo.

Toffoli anunciou no início da sessão do STF do dia 14 de março que havia decidido instaurar um inquérito criminal para “apurar a existência de notícias falsas, denunciações caluniosas e ameaças e crimes contra a honra que envolvem os ministros da Corte e familiares deles”.

O inquérito vai correr sob sigilo e será conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes, que já foi ministro da Justiça, secretário de Segurança Pública de São Paulo e promotor.

Sem detalhes

A portaria de abertura de inquérito, lida pelo presidente do STF, não oferece mais detalhes a respeito de quais fatos ou supostos crimes cometidos contra os magistrados e parentes serão objeto de investigação.

Toffoli ressaltou, ainda, que não existe democracia sem Judiciário e sem imprensa livres e que não há Suprema Corte no mundo que produza tanto quanto a brasileira.

Veja também:  Dallagnol livrou banqueiros da Lava Jato após vender palestra para a Febraban

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum